Venezuela Parte 1: a preparação (ou onde conseguir informações para uma viagem)

Pessoal,
hoje vou postar sobre uma viagem que fiz à Venezuela. Dividi o texto em 3 partes porque a idéia é passar o máximo de informações sobre este país tão falado pelo seu presidente e as polêmicas que o envolvem, mas pouco comentado sobre o seu turismo.

Quem tiver alguma dúvida ou curiosidade, pode entrar em contato comigo, estou à disposição.

Agora chega de papo e vamos simbooooooora conhecer a Venezuela!

Parte 1: a preparação (ou onde conseguir informações para uma viagem)

Vá aonde ninguém foi, descubra com seus próprios olhos o que ninguém viu, veja a realidade que lhe parece impossível… mas vá, veja e sinta. Mesmo que você se desespere e volte correndo pra casa, o sabor da volta pode compensar toda e qualquer decepção. Esse é o espírito que deve reinar em qualquer decisão que se tome na vida, mas principalmente quando você decide viajar. É um espírito melhor demonstrado e explicado nas palavras de Amyr Klink, no famoso “Um Homem Precisa Viajar”, e no filme “Into The Wild” do Sean Penn. Talvez eu tenha muito o que aprender ainda com esses famosos, mas trago hoje aqui algumas dicas e reflexões sobre minha curta passagem pela Venezuela.

Primeiramente, escolhemos a Venezuela por um simples motivo: era um dos poucos destinos que estavam disponíveis na promoção de milhas (poucos = destinos que minha amiga não conhecia ainda). Uma breve pesquisa no Google e pronto: ela queria o caribe venezuelano e eu o maior museu da América Latina. E assim, depois de alguns trâmites aqui e ali, estava decidido que íamos à Venezuela.

A preparação para a viagem foi rápida e intensa: em 1 mês tínhamos, eu e minha parceira nesta viagem – Rúbia Silveira de Almeida, que achar o máximo de informações possíveis sobre a Venezuela, uma tarefa que descobrimos ser um tanto difícil.

Para conhecer um pouco sobre o país pesquisamos no WikiTravel, no LonelyPlanet, no CouchSurfing, no Mochileiros.com, no Orkut, no Wikipedia e todos os sites de viagens mais famosos. Também mandamos e-mails para amigos que já viajaram pela América do Sul. Também buscamos em blogs de mochileiros e viajantes. E aí vieram as primeiras surpresas: os sites tinham pouquíssima informação – se comparado a qualquer outro país; nenhum dos nossos amigos conhecia a Venezuela – incrível pois muitos conheciam quase todos os outros países da América do Sul, menos este. O que nos salvou mesmo foram os blogs, onde encontramos alguma informação, não muita, mas alguma (lista dos melhores no final do post). Outra salvação foi o site que eu considero hoje o melhor para quem gosta de viajar: o http://www.bumblehood.com/. Ele é no estilo Wiki de colaboração, mas bem melhor organizado e bem mais completo do que todos os sites citados. Ah, ele é em inglês. [Recomendo que quem não entende muito de inglês use o navegador Google Chrome que já vem com tradutor automático e sempre oferece ele quando identifica que o site está em outra língua que não a sua] Além disso, achamos um guia do LonelyPlanet sobre a Venezuela. Detalhe: havia poucas unidades desse guia numa grande rede de livros brasileira e só tinha em inglês. Mas tinha, então compramos. Por fim, reunimos um bocado de informações e fomos simbora pra Venezuela.

Dicas de links:

– Sobre Los Roques [uma das ilhas do caribe venezuelano] (em espanhol): http://www.travelblog.org/South-America/Venezuela/Insular/Los-Roques/blog-274890.html
– Sobre Los Roques (em português): http://viagem-losroques.blogspot.com/
– Mais sobre Los Roques (em português): http://www.omorrodesaopaulo.com.br/2009/12/los-roques-dicas-e-informacoes-uteis/
– Sobre Isla Margarita [outra ilha do caribe venezuelano, onde fomos]: http://blog.ademar.org/2007/viagem-manaus-margarita-o-buraco/
– Mais sobre a Isla Margarita (em espanhol): http://dulcemargarita.com/wb/pages/es/como-llegar.php
– Sobre a Venezuela no Bumblehood [onde tem mais informações] (em inglês): http://www.bumblehood.com/en/article/e13609e8990c102b88e150
– Blogs sobre viagem: http://www.delicious.com/smasotti/viagem-blogs
– Sites sobre turismo: http://www.delicious.com/smasotti/turismo
– Acabei de conhecer (graças a este post!) o blog da Giovanna Castellao, uma brasileira que mora na Venezuela e promove o turismo na Isla Margarita. Vale a pena conferir: http://www.welcometomargarita.blogspot.com/

Estes foram os links que lembramos agora. Quem tiver mais para indicar, coloque aí nos comentários 🙂

[Continua em “Venezuela Parte 2: a chegada e dicas sobre o câmbio“]

Anúncios

5 pensamentos sobre “Venezuela Parte 1: a preparação (ou onde conseguir informações para uma viagem)

  1. Olá, estamos fechando pacote com a giovanna, vc poderia confirmar se os serviços dela são bacanas, não vi nenhuma reclamação nos sites que pesquisei. Aguardo

  2. Oi Stefânia, tudo bem? Nossa achei bem legal mesmo o seu blog, muito informativo.
    Viajo para Caracas agora dia 04/01/13 até 22/01/13. E estava começando a ficar assustado com algumas informações que estava lendo.
    Meu interesse por Caracas surgiu quando fiz uma intercâmbio para Bogotá, outra cidade que é “martirizada”, como sendo a mais perigosa, violenta e blá, blá, blá. TUDO MENTIRA.
    Estou bem ansioso para fazer essa minha pequena viagem, e ver com os meus próprios olhos como é a capital da Venezuela.
    Obrigado por todas as informações. Tenho certeza de que todas serão muito úteis.
    Att;
    André Faria

  3. Pingback: Venezuela Parte 2: a chegada e dicas sobre o câmbio « Eu me chamo Stefânia Masotti…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s