“Pra onde vai o que fica pra trás?” – material completo (ou quase)

É sempre difícil falar de algo que você fez, mas eu estava devendo (a mim e aos amigos) colocar esta obra completa na internet há tempos, por isso, não vou descrever muito além do que já escrevi, mas sim disponibilizar alguns materiais que estavam faltando na internet. A obra completa mesmo, só quando monto a vídeo-instalação. Inclusive, me coloco aberta aqui a novos convites, qualquer lugar com um computador, um projetor e uma parede/tela já é o suficiente. Ou apenas um computador já basta. Assim, a vídeo-instalação se faz complexa nos seus mecanismos, mas simples na sua execução.

Fazendo apenas uma breve retrospectiva para quem chega aqui pela primeira vez, a obra, que surgiu do poema de minha autoria, é integrante do meu Trabalho de Conclusão de Curso em Comunicação Social – Jornalismo, e foi apresentada no dia 6 de maio de 2011 no Prédio de Multimeios da UFES. Mas até chegar lá foi um longo processo… Foi mais de 1 ano entre pesquisas sobre arte e tecnologia, estudando recursos, ajeitando, analisando como seria a forma mais simples, viável e que atendesse à proposta. Percorri muitos caminhos durante este processo. Visitei algumas obras, fiz contatos com pessoas incríveis e parcerias que me ajudaram muito. Particularmente, uma das melhores surpresas foi descobrir o real motivo de eu fazer este projeto como meu TCC (para saber, acesse o memorial descritivo).

Abaixo, uma breve descrição da obra “Pra onde vai o que fica pra trás?”:

“Pra onde vai o que fica pra trás?” é uma vídeo-instalação que gera uma sequência de vídeo a partir das respostas do usuário ao programa elaborado para a obra.  Em resumo, o  programa gera uma sequência única de vídeos a cada pessoa que responde completamente o formulário, utilizando como base o significado do número final de cada resposta segundo a Numerologia. Desta forma, cada resposta se transforma em um número e cada número carrega um significado. Este significado é exposto no vídeo e reunido em uma sequência. Tudo feito na hora. Como pano de fundo, uma poesia é narrada. E em outra tela, vídeos pré-editados são exibidos.

Para entender melhor a vídeo-instalação, disponibilizo alguns materiais referentes à obra:

“Pra onde vai o que fica pra trás?” e pra onde eu vou depois do “Pra onde vai o que fica pra trás?” são perguntas que vão continuar me incomodando por um bom tempo. Talvez algumas respostas tenham começado a surgir… ou não. É necessário caminhar e viver parando.

2 pensamentos sobre ““Pra onde vai o que fica pra trás?” – material completo (ou quase)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s